@Parque – Parte II

Abri mais as pernas… ficando completamente aberta para ti… aumentaste a intensidade das penetrações, agora com 2 dedos, sentias-me bem, sentias-me toda.

Disse-te entre gemidos:

Ahhh seu safado tesudo!

Olhava para ti com tesão e sabia o que mais desejavas… dar-me prazer e sentir na tua boca o meu sabor! Eu sabia!

Disse-te:

Queres me chupar a coninha é?

“Sim quero. Quero muito isso…”

Respondeste.

Tentei encontrar uma posição ainda melhor para que tu te pudesses baixar e finalmente explorar com a boca a minha cona… e tão sedenta de sentir a tua língua que ela estava.

Quando sinto a tua língua a chegar, fresca e molhada, suspiro… penetraste-me primeiro com a tua língua e de seguida beijaste-me os lábios da cona e no interior das coxas. Enquanto te deliciavas olhavas nos meus olhos, vias e sentias a minha tesão.

Voltaste a efiar a tua língua bem fundo na minha cona e depois levantaste-te para me beijar.

Adoro partilhar um beijo intenso de sabor e cheiro a mim. E que beijo quente e molhado esse que só me fazia ficar ainda mais desejosa de voltar a sentir a tua boca a chupar suavemente o meu clitóris.

Voltaste a descer e correspondeste ao meu desejo. Começaste a chupar, primeiro suavemente e quando eu coloquei as minhas mãos no teu cabelo e te puxava, aumentaste a intensidade.

Paraste… e perguntaste:

Estás a gostar?

Ahh sim…estou a adorar…”

Disse eu, entre suspiros. E desejando que continuasses!

Voltaste a chupar-me mas agora mais forte…mais intensamente. Eu sabia que tinhas o desejo de sentir o meu orgasmo, andavas louco por sentir o meu sabor a nascer e sentir o meu corpo a contorcer-se de prazer na tua boca.

Por momentos esqueci completamente onde estava e fechei os olhos enquanto te apertava e massajava o cabelo, puxava a tua cabeça contra mim, não te queria deixar fugir,

Afastaste a tua boca e com os teus dedos começaste a massajar intensamente a minha cona, especialmente o meu clitóris… eu adoro isso! Gemia mais intensamente e tu como sentias que eu me estava quase a vir e dizes-me:

Ahh putinha, quero te fazer vir… vais-te vir para mim?

Aumentaste a intensidade do teu toque e eu estava a chegar lá…

Estou-me quase a vir!

disse eu

Continuaste sem parar de esfregar a minha cona até me fazeres vir…

Sim!! Tão bom! Isso!

Contorci-me de prazer e tu não hesitaste em voltar a chupá-la muito suavemente.

Tinha vontade de dar um longo e audível grito de prazer! Os teus olhos cintilavam… estavas cheio do meu sabor… o meu néctar, como lhe chamas, estava por todo o lado.

Puxei-te e beijámo-nos durante um bom momento… Relaxámos.

Estava na hora de regressar ao trabalho… Despedimo-nos sem vontade, mas satisfeitos. Eu por ter tido um almoço orgásmico e tu por me teres dado esse prazer ao ponto de ficares marcado com o meu cheiro para o resto da tarde.

Regressei ao escritório mas a cabeça ficou no estacionamento.

Passado um par de horas recebo uma sms…

Estou aqui por perto outra vez… Vens lanchar?

Hmmm como resistir… Dose dupla!

Ilustrações:http://apolloniasaintclair.tumblr.com

4 thoughts on “@Parque – Parte II

Deixar uma resposta